#FALAFERA Nº 10 – CLUBES DO ENTORNO NO CANDANGÃO


A participação dos clubes do Entorno (Estados de Minas e Goiás) no Campeonato Brasiliense de Futebol – sempre que é colocada em pauta – divide a opinião de muitos torcedores e desportistas locais. O primeiro e mais vitorioso a competir com os clubes da capital federal foi o Luziânia. A primeira vez que o azulino goiano disputou o Candangão foi em 1964. De lá para cá foram 26 participações e dois títulos da primeira divisão (2014 e 2016). Ao longo da história, dez times de MG e GO disputaram as três primeiras divisões do Distrito Federal.

Em segundo lugar com mais participações no Candangão aparece o Paracatu-MG (considerando a época em que a equipe mineira atendia pelo nome de Unaí Futebol Clube e posteriormente Sociedade Esportiva Unaí Itapuã), com 11 temporadas na divisão principal do campeonato do Distrito Federal.

O Formosa é o terceiro da lista, com oito participações na primeira divisão. A quarta equipe do entorno a marcar presença na divisão de elite do Candangão é o Planaltina-GO, com uma participação (2016).

A porta do futebol de Brasília para os clubes vizinhos foi aberta em 1996, quando a presidência da então Federação Brasiliense de Futebol era ocupada por Weber Magalhães. Antes, porém, o Luziânia já havia disputado a primeira divisão do Candangão em três oportunidades (1964, 1966, 1973 e 1974).

A justificativa para que se permitisse a participação desses clubes no Candangão foi por questão logística.  A título de comparação, a cidade de Luziânia está a 59 km de Brasília e a 196 km de Goiânia. A distância de Paracatu para Belo Horizonte é ainda maior se comparada ao trajeto que o clube percorre até a capital federal.

Vale destacar que os clubes citados são legalmente filiados à Federação de Futebol do Distrito Federal e suas sedes oficiais estão localizadas no Distrito Federal.

CLUBES DO ESTADO DE GOIÁS

LUZIÂNIA

1ª DIVISÃO:
20 participações: (1964, 1966, 1973, 1974,1996, 1997, 2000, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009, 2010,
2012, 2013, 2014, 2015 e 2016 e 2017)

2ª DIVISÃO:
5 participações: (1963, 2000, 2001, 2008 e 2011)

Títulos em competições do DF:
Campeonato Brasiliense 1ª Divisão: 2014 e 2016
Taça JK: 2012
Campeonato Candango Juniores: 1996 e 1997
Campeonato Brasiliense Feminino: 2006

BOSQUE FORMOSA-GO

1ª DIVISÃO:
8 participações: 
(2000, 2001, 2011, 2012, 2014, 2015, 2016 e 2017)

2ª DIVISÃO:
9 participações: 
(1997, 1998, 1999, 2000, 2002, 2003, 2004, 2010 e 2013)

3ª DIVISÃO:
4 participações: 
(2006, 2007, 2008 e 2009)

Sem registros: 2005

Títulos em competições do DF:
Campeonato Brasiliense 2ª Divisão: 1999 e 2013
Taça João Saldanha: 2012

PLANALTINA-GO

1ª DIVISÃO:
1 participação (2016)

2ª DIVISÃO:
9 participações: 
(2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2011, 2012, 2013 e 2015)

3ª DIVISÃO:
2 participações: 
(2007 e 2009)

Sem registros: 2005, 2006, 2008, 2010 e 2014

CLUBE DE MINAS GERAIS

PARACATU FC
O Paracatu é um caso bastante curioso: fundado em 1966 como Unaí Futebol Clube, chegou a disputar o Módulo II do Campeonato Mineiro na década de 90 (campeão da Segunda Divisão mineira em 1992); no entanto, fundiu-se Sociedade Esportiva Itapuã (DF) em 2002 e passou a se chamar Sociedade Esportiva Unaí Itapuã, atuando no DF. Mais tarde, mudou de nome novamente para Unaí Futebol Clube em 2011 e mudou-se de cidade em 2014, para Paracatu – aí, virou Paracatu Futebol Clube.

1ª DIVISÃO:
11 participações: (1998, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017)

2ª DIVISÃO:
8 participações: 
(1997, 1999, 2000, 2001, 2002, 2009, 2010, 2011 e 2012)

Sem registros: 2008

União de Paracatu (MG)

2ª DIVISÃO:
1 participação (1997)

Títulos em competições do DF:
Campeonato Brasiliense 2ª Divisão: 1997 e 2012

OUTROS PARTICIPANTES GOIANOS
Na Divisão de Acesso do Candangão, a presença de clubes de fora do DF é ainda mais marcante. Já na primeira edição da competição, em 1997, três dos sete times inscritos eram de MG. Foi apenas em 2005 que a segunda divisão do Campeonato Brasiliense contou apenas com clubes do DF.

A lista conta com Cristalina-GO, Cristalinense-GO, Alexaniense-GO e Grêmio Valparaíso-GO. O Cristalina, no entanto, associou-se ao Capital (DF), recebendo os jogos do time candango em GO. Grêmio Valparaíso, por sua vez, se inscreveu para jogar em 2011, mas desistiu antes do início do campeonato por conta de dificuldades financeiras.

Na Terceira Divisão, de história mais breve, a participação de clubes do entorno também não fica atrás. Nas quatro edições da competição (2006 a 2009), o Formosa (GO) atuou em todas, enquanto a Sociedade Esportiva Planaltina (GO) atuou em duas edições.

Alexaniense (GO)

2ª DIVISÃO:
1 participação: (1998)

Cristalina (GO)

2ª DIVISÃO:
1 participação: (2011*)

Cristalinense (GO)
2ª DIVISÃO:
1 participação: (1997)

Grêmio Valparaíso (GO)
2ª DIVISÃO:
2 participações: (2000, 2001 e 2011**)

O Cristalina associou-se ao Capital (DF), recebendo os jogos do time candango em GO.

** O Grêmio Valparaíso se inscreveu para jogar em 2011, mas desistiu antes do início do campeonato por conta de dificuldades financeiras.

Share Button