PITACOS SOBRE A SEGUNDA RODADA


Diferentemente da rodada inaugural do Candangão, não tivemos nenhuma grande surpresa na segunda rodada da competição, realizada nesse fim de semana. O destaque, no entanto, vai para o Sobradinho que venceu a segunda seguida, assumiu a liderança isolada da competição e segue com 100% de aproveitamento.

PARANOÁ 1X0 SANTA MARIA
Depois de folgar na primeira rodada (o jogo contra o Ceilândia precisou ser adiado em razão de compromisso do adversário pela Copa Verde), o Paranoá finalmente fez a sua estreia no Candangão. Com gol solitário do atacante Imperador, a Cobra Sucuri derrotou o Santa Maria (1×0) e começou a competição com o pé direito.

De acordo com relatos de parceiros que acompanharam a partida, o time do Santa Maria precisa abrir os olhos se não quiser cair para a segunda divisão. Já o Paranoá demonstrou potencial para ser uma das surpresas do campeonato. Para um ou para outro, na opinião do blog, ainda é cedo para esse tipo de projeção.

REAL 2X2 PARACATU
O blog acompanhou de perto o movimentado empate por 2×2 entre Real e Paracatu. Foram dois tempos bem distintos. Na etapa inicial as equipes demonstraram um bom futebol, boas oportunidades criadas de gol, duas delas aproveitadas de cada lado. Paulo Renê marcou os dois gols do Paracatu e se isolou na artilharia da competição (três gols no total). Apesar do faro de gol, o camisa 9 precisa tomar cuidado com os cartões amarelos bobos que vem recebendo. Já são duas advertências em dois jogos. Do outro lado, o Real precisou buscar a igualdade em duas oportunidades. E ela veio com gols de Kaio e Baiano. Sem dúvidas, essas duas equipes têm potencial para almejar algo interessante no campeonato. Atribuo a queda de rendimento dos dois times no segundo tempo ao cansaço físico e ao gramado pesado em razão das fortes chuvas que caíram antes do jogo. Tudo normal, resultado justo.

SAMAMBAIA 1X2 BRASILIENSE
Falando em chuva, ela causou bastante lá pelas bandas do estádio Rorizão. A partida entre Samambaia e Brasiliense seria disputada no sábado, mas o duelo só durou 17 minutos. O jogo precisou ser adiado para o dia seguinte porque o gramado ficou alagado. Nesse domingo as equipes deram continuidade à partida e o Brasiliense triunfou por 2×1, com gols de Romarinho e Reinaldo. Houve quem dissesse que os dois gols do Jacaré foram irregulares. No primeiro o atacante Romarinho estaria impedido e no segundo a bola teria saído antes do cabeceio certeiro de Reinaldo. O titular do blog ficou em dúvida nos dois lances.

Pelo lado do Samambaia, o resultado significou a segunda derrota em dois jogos. O time tem certa qualidade, mas precisa somar pontos de quiser alcançar o primeiro objetivo que é evitar o rebaixamento. Felipe marcou o gol da Cobra Cipó.

LUZIÂNIA 0X0 CEILÂNDIA
Não há muito que dissertar sobre essa partida. Vale como registro a sequência de dois jogos do Luziânia sem vitória. Na estreia, a equipe azulina empatou por 1×1 com o Santa Maria. Pelo lado alvinegro a principal informação foi a estreia insossa da equipe comandada pela família Almeida. Mas é preciso dar um desconto, afinal, o Ceilândia teve dois jogos difíceis pela Copa Verde. No primeiro, jogando em Mato Grosso do Sul, o Gato perdeu para o Corumbaiense por 3×1. Na partida de volta, no Abadião, o Ceilândia ganhou de 1×0, mas acabou eliminado precocemente (no placar agregado, 3×2). Se Luziânia e Ceilândia podem evoluir? É difícil fazer esse prognóstico agora, mas vale lembrar que estamos falando das duas equipes que mais chegaram às finais do Candangão na década: foram quatro decisões alvinegras (2010, 2012, 2016 e 2017) e três azulinas (2012, 2014 e 2016), com dois títulos para cada lado. Não se pode ignoraram certos números, muito menos a capacidade dessas equipes.

BOLAMENSE 0X1 SOBRADINHO
Pessoas que estiveram no Serejão confidenciaram ao blog que o Bolamense criou chances para vencer o Sobradinho sem sustos, mas a Onça pecou nas conclusões e acabou castigada no fim. Se Deus perdoa, o atacante Platini, não. Foi dele o gol da vitória do Leão da Serra, aos 44 minutos do segundo tempo. Com isso, o Sobradinho emplacou a segunda vitória em dois jogos e disparou na liderança isolada do campeonato. Sem querer tirar os méritos do time alvinegro, mas ainda é cedo para tanto otimismo. De toda forma, quando se vence, os demais argumentos ficam em segundo plano. O Bolamense? Bom! Ele segue Bolamense…

FORMOSA 0X2 GAMA
Tão rápida quando a decisão da diretoria que agiu e trocou o comando técnico da equipe, após a desastrosa estreia com derrota para o Bolamense por 2×1 em pleno estádio Bezerrão, foi a recuperação do time em termos de produtividade e resultado. Com o experiente e tranquilo Ricardo Antônio no comando técnico, o Verdão foi até o estádio Diogão e venceu o Formosa nesse domingo por 2×0. Dizer que o Gama arrebentou com o jogo é querer forçar a barra. Mas jogou bem melhor e mereceu o resultado. Apenas uma ressalva sobre dois jogadores. O lateral direito Murilo e o atacante Dener não têm condição de ser titulares do Gama. Já o volante Robston melhorou em relação ao primeiro jogo, mas ainda está abaixo da crítica. Rafinha jogou muito bem, não mais que o camisa dez, Fábio Gama, o melhor em campo.

O que dizer do Formosa? Pouca coisa! É um time com muitas limitações técnicas. Precisa se reforçar bastante. O treinador está em situação litigiosa com a torcida. Foi chamado de burro durante o jogo e muito vaiado após o apito final. As repulsas foram justas. Depois que ele mexeu equivocadamente no time, sofreu dois gols que lhe custaram a derrota. Aliás, foi a segunda derrota do Formosa em dois jogos. É certo que algo precisa mudar rapidamente.

CONFRONTOS VÁLIDOS PELA TERCEIRA RODADA

Quarta-feira, 31 de janeiro
17h – Sobradinho x Samambaia – Agostinho Lima
17h – Santa Maria x Real – Bezerrão
20h – Paracatu x Luziânia – Frei Norberto

17h – Brasiliense x Bolamense – ADIADO

Quinta-feira, 1º de fevereiro
20h – Gama x Paranoá – Bezerrão

Share Button